Sexo cristão: O cristão pode fazer sexo anal, oral, várias posições?

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Quando a questão é Casamento ou Relacionamento Cristão, nada é fácil, por que estamos falando de duas pessoas que espiritualmente são 2, com pensamentos e atitudes diferentes.
Estive lendo muito sobre o assunto e pensei em escrever, mas encontrei as respostas, que estariam na ponta da minha língua e deixo-vos abaixo, com prazer.
SEXO ANAL E SEXO ORAL É PECADO? O QUE DIZ A BIBLIA?… AS DÚVIDAS QUE TODOS TÊM.
As perguntas que geralmente eu recebo de 99% dos cristãos que atendo on-line e off-line são:
“Pastor SEXO ANAL no casamento é pecado?”;
“E SEXO ORAL podemos praticar?”;
“Posso prática qualquer posição sexual?”.
ANTES DE PROSEGUIR: Quero deixar bem claro aos amados irmãos em Cristo que, como pastor pentecostal, jamais serei a favor de liberalismos e libertinagens que existem no meio dos que se dizem evangélicos, mas que vivem fazendo o que querem. Estes não têm compromisso com a Seara, e com suas rebeldias desenfreadas, vivem em trevas, sem o conhecimento de Deus. CONTUDO LUTO PELO O QUE É BIBLICO E NÃO DOUTRINA DE HOMEM.
Amados, como eu já disse em estudos anteriores o que mais há no meio evangélico é a falta de informação. Isto tem destruído o povo de Deus em todas as frentes; Nas finanças, nas famílias, na saúde, na vida espiritual, emocional e por fim, na vida sexual.

Tristemente, pesquisas mostram que a vida sexual cristã para a maioria dos casais é uma vida privada de prazer e frustrada por pelo menos 1 dos cônjuges em todos os casos analisado. O índice de crises conjugais e divórcios por insatisfação sexual tem sido alarmante entre os evangélicos. E não é pelo pecado que esta aumentando nesses últimos dias que isso tem acontecido. Essa mudança é fruto de que antes as mulheres eram tratadas como objetos domésticos em sua maioria e hoje isso mudou.
CONTUDO É A VONTADE DE DEUS QUE O HOMEM DESFRUTE O SEXO SEMPRE, SEM CULPA E SEM ECONOMIA (se é que me entendem). Veja o que Deus falou abertamente através do apostolo Paulo:
“O marido cumpra o seu dever {SATISFAÇA SEXUALMENTE} para com a sua esposa e da mesma forma também a esposa o cumpra {SATISFAÇA SEXUALMENTE} para com o marido.”
“A mulher não pode dispor de seu corpo: ele pertence ao seu marido. E da mesma forma o marido não pode dispor do seu corpo: ele pertence à sua esposa.”
“Não vos recuseis um ao outro {NÃO SE PRIVEM DE FAZEREM SEXO}, a não ser de comum acordo, por algum tempo, para vos aplicardes à oração; e depois retornai {A FAZER SEXO} novamente um para o outro, para que não vos tente Satanás por vossa incontinência {DESEJOS SEXUAIS}.”
– 1CO. 7: 3-5
PORQUE O SEXO É CAPAZ DE SATISFAZER O HOMEM EM CORPO (físico), ALMA (emocional), e ESPIRITUALMENTE?
O ato sexual produz uma verdadeira revolução em nosso organismo:
O desejo libera hormônios sexuais (estrogênios na mulher e testosterona no homem) e adrenalina. A circulação sanguínea aumenta e a região genital se preenche de sangue e se dilata (na mulher a vagina incha e no homem seu membro fica ereto). Quando a excitação vai crescendo a endorfina (responsável da sensação de prazer) entra em ação, alcançando o nível máximo no orgasmo. Na mulher durante o clímax também é liberado a ocitocina, responsável da contração do útero. Neste momento de máximo auge as células nervosas do cérebro descarregam seu conteúdo elétrico provocando, no momento que passe, o relaxamento físico total.
Impressionante, não? Pois este ir e vir de hormônios e de fluxo sangüíneo faz que o corpo reaja positivamente a tudo. (Para mais detalhe em que o sexo proporciona ao corpo e mente solicite por e-mail). A ENDORFINA LIBERADA NO MOMENTO SEXUAL DIZ AO TEU CORPO QUE TUDO ESTÁ BEM CONTIGO, se seu corpo fica bem, sua alma (emoções, intelecto, vontades) ficam bem e se corpo e alma estão bem o seu espírito naturalmente estará em paz. POR ISSO SEXO FOI PLANEJADO POR DEUS PARA O HOMEM, PARA HARMONIA E BEM ESTAR EM TODAS AS ÁREAS. UM CASAMENTO SEM SEXO NÃO SOBREVIVE.
Trabalhando com Terapia Sexual Cristã quando eu penso que já vi e ouvi de tudo eu me surpreendo. Mas se tem algo que tem matado o povo de Deus é a incompatibilidade sexual em todas as idades do casamento. Quantas barreiras e falta de bom senso eu escuto. Há casos onde se negam ao sexo por questões fúteis, outros por discussões onde um quer sexo oral e outro não porque pensam que é pecado, outros porque querem forçar a esposa a praticas que ela julga errado e estes não sabem respeita-las ou ajuda-las.
O que esta acontecendo com o povo de Deus? O que as igrejas nunca mostram e até evitam tocar no assunto por tabus, ignorância e hipocrisia é que 86% dos divórcios entre evangélicos estão ligados à disfunção e incompatibilidade sexual. Uma vida matrimonial frustrada no sexo é a ponta da chama para todos os outros desentendimentos. INFORME-SE PARA QUE O SEU CASAMENTO NÃO VENHA SER VÍTIMA.
SEXO ORAL NÃO É PECADO!!!
SEXO ORAL NÃO É PECADO!!! Como eu falei extensamente em um outro artigo sobre o sexo oral – o qual não é pecado nem tem base bíblica para afirmar tal aqueles que assim o fazem – eu dedicarei este espaço aqui para falar do sexo anal e posições sexuais. Se você desejar ler o estudo completo onde explico porque o sexo oral não é pecado copie e cole o seguinte endereço-link (www.terapiasexualcristao.wordpress.com).
SEXO ANAL? TEM BASE BIBLICA? É OU NÃO PECADO?
Sim, O SEXO ANAL entre homossexuais é obviamente PECADO, isso ninguém discute! Contudo o que confunde a muitos evangélicos é o fato de que com um pouco mais de sabedoria e interpretação eles conseguem entender que o texto usado sendo usado em todos estes anos para declarar o sexo anal entre casais hetero como pecado esta fora de contexto.
“Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.”
“E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.” – ROMANOS 1:26-27
Não se necessita de um teólogo ou experto em bíblia para entender que o texto da escritura acima se refere ao sexo anal entre homossexuais. Isto é condenável pela palavra desde os dias de Sodoma e Gomorra.
** Mas então como explicar o porquê de que SEXO ANAL ENTRE CASAIS HETEROSSEXUAIS é pecado?
Muitos alegam dizendo que é luxuria, imoralidade sexual, isso ou aquilo. Contudo quando se analisa ao fundo tais sugestões elas perdem sua credibilidade uma vez que analisadas dentro de seus contextos próprios não poderiam estar se referindo diretamente ao sexo anal entre casais.
Amados eu cheguei à conclusão que o sexo anal definitivamente é pecado entre casais heterossexuais por um único motivo bíblico. Antes então eu dizia que o sexo anal era pecado para acompanhar o “achismo” evangélico que corre solto por ai… (porque eu acho que isto ou aquilo é certo eu farei disto uma doutrina= ACHISMO). Porém eu sabia lá no fundo que faltava um contexto bíblico validado para justificar o “achismo – sem base bíblica do povo”.
Hoje encontrei o que faltava e agora sim com a bíblia eu posso argumentar no contexto próprio o porquê que o sexo anal entre casais é pecado. Olha o argumento que eu considerei.
*Trecho extraído de um artigo na internet – Autor desconhecido*
{As pessoas que fazem sexo anal com freqüência, tal como os homossexuais, travestis, prostitutas e mulheres que são forçadas a tal prática ficam com o esfíncter anal sem a sua tonicidade própria, tornando-se hipotônicos, em função do que, são obrigadas a usar absorvente todos os dias do mês, porque qualquer flato suja-lhes a cueca ou a calcinha. Assim sendo, homossexuais e algumas mulheres usam absorventes sobre o ânus para evitarem que a cueca ou calcinha fique suja de fezes, porque o ânus perde a sua tonalidade. Isso é antifisiológico, até porque as fezes estão cheias de coliformes (germes gram-negativos) que no aparelho intestinal existem normalmente, mas que no aparelho urinário provocam infecções.}
Quando eu li isto eu me dei conta do problema de saúde que causa o sexo anal, pois em poucas e simples palavras, o que está dizendo o texto acima é que o praticante do sexo anal danificará a elasticidade do ânus chegando ao ponto de não mais reter nem as fezes quando algum gás for liberado.
Ao ler esse comentário quem nem tratava na questão do pecado, eu associei isto à mesma relação do cigarro. Por que o cigarro é pecado se a bíblia não fala nisso? Bom, quando eu ainda era jovem eu entendi o que muitos não vêem: FUMAR É PECADO PORQUE DESTRÓI O CORPO, E TODO AQUELE QUE DESTRUIR O CORPO, O QUAL É O TEMPLO DO ESPIRITO SANTO, TAMBÉM SERÁ DESTRUIDO POR DEUS.
Livra_Panel_br
“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?”
“Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.” – 1 CO 3: 16-17
Sendo assim o sexo anal entre casais hetero se torna pecado porque isto causa dano ao corpo físico, o qual é o templo de Deus. Assim como a bíblia não fala que fumar é pecado, mas se torna pecado em luz de que é uma arma mortal para a saúde, igualmente é o sexo anal, que prejudica o canal do ânus e afeta a saúde, sem contar os perigos de contaminações pelos coliformes e outras bactérias, destruindo o templo do Espírito Santo (corpo).
O risco de contaminação para a mulher ainda é maior, pois comumente o homem retira o pênis do ânus (cheio de coliformes e bactérias nocivas) e o introduz na vagina, transportando germes infecciosos do ânus para a vagina, a qual não tem os microorganismos em si para combater tais germes. Em outras palavras o ânus não foi desenhado por Deus para a introdução do pênis.
Esse argumento é suficiente para chegar à conclusão de que sexo anal é pecado.
MEU MARIDO INSISTE MAS EU NÃO QUERO…
Um conselho aos casais e ou maridos que gostam do sexo anal. Muitas são as reclamações nessa área – incompreensão e falta de domínio próprio para aceitar aquilo que não pode mudar, ganhar, fazer ou obter no momento.
A hipocrisia falaria de cara: “Não faça isso (sexo anal) – é pecado! Você vai para o inferno seu (sua) imoral…”. CONTUDO o que eu digo é o seguinte: quem sou eu para acusar se vosso coração e consciência não te acusam.
PORÉM RESSALTO AOS MARIDOS: Muitas são as esposas que se queixam comigo quando os maridos as querem forçar ao sexo anal. NÃO FAÇA ISSO! Além de estar pecando, você esta desrespeitando o direito dela de dizer não. Quanto mais você força mais distante e fria no sexo ela ficará. Nada forçado deve ser praticado.
Mesmo O SEXO ORAL QUE NÃO É PECADO, deve ser respeitado se um dos cônjuges não estiver cômodo para fazê-lo. Há mulheres que por haverem recebido ensinamentos errôneos quanto ao sexo, ou por algum trauma do passado, se sentem culpadas ao praticarem sexo oral. Se este for o seu caso conversar e esclarece-la de que isto não é pecado seria uma opção. Terapia seria outra. Contudo nunca force uma mulher a fazer aquilo que ela não se sinta cômoda.
QUANTO AS POSIÇÕES SEXUAIS?
Vocês podem ate não acreditarem, mas há igrejas que querem ditar regras de santidade onde não existe e chegam ao cúmulo de ditarem como doutrina bíblica aquilo que de Deus passou longe (heresia), como dizer que posição sexual você deveria ou não praticar.
Imagine, ainda encontramos pessoas que foram criadas em certas igrejas onde se ensinava que era pecado ver o cônjuge nu, quando a própria bíblia no livro de cantares declara a paixão e admiração dos corpos entre um casal. Leia com os olhos abertos e você verá como aquele livro nos ensina a explorar os corpos e celebrar o matrimonio no leito.
Há relatos absurdos e reais que casais ainda hoje transam somente se usarem um lençol branco com um furo no rumo dos genitais para prática da posição papai e mamãe. ISSO ME CAUSA REVOLTA!!! PORQUE FATOS COMO ESSES TÊM CAUSADO DIVORCIOS E CONFLITOS ENTRE CASAIS… PASSARAM UMA VIDA SEM CONHECER O PRAZER QUE DEUS DEIXOU NO SEXO POR CULPAS E CONCEITOS HUMANOS.
Não amados, não há regras para posições sexuais. Sendo entre você e seu cônjuge sem escândalos você tem a liberdade para experimentar qualquer posição, qualquer roupa, fantasia, ate vestir-se de coelhinha ou batman se isso é o que te excitará. Na cozinha, na sala, no chão, não importa o lugar nem a hora, Deus comanda que o faça sem se privarem. NÃO HÁ O LIMITE EM QUANTAS VEZES VOCÊ DEVE OU NÃO DEVE FAZER, enquanto há acordo e disposição entre os dois faça-o (1 CO 7:5).
NÃO HÁ REGRAS, NEM CULPA, NEM INSTRUÇÃO BIBLICA QUANTO A POSIÇÃO SEXUAL OU O QUE SE PODE VESTIR, OU ONDE SE PODE OU NÃO TOCAR. NÃO ACEITE HOMENS QUE POR HAVEREM APRENDIDO CONCEITOS ERRADOS DITEM SUA VIDA SEXUAL. Contudo não quero dizer com isso que o homem ou mulher deve se entregar somente ao sexo e virar algo como uma compulsão sem domínio ou controle, caindo na libertinagem.
“A mulher não pode dispor de seu corpo: ele pertence ao seu marido. E da mesma forma o marido não pode dispor do seu corpo: ele pertence à sua esposa.” 1 C0 7:4
Desfrute a esposa da sua mocidade… Explorem os corpos com amor, respeito, pureza, carinhos… Santidade está no teu coração, na tua comunhão com Deus… No sexo o casal é um sem limites e sem regras. Se houvesse tanta limitação como alguns homens e mulheres de Deus colocam, você não crê que Deus teria tomado alguns capítulos da bíblia para falar explicitamente deste tema como regra de conduta e fé da vida cristã?
Não amados, o que vejo e um longo período de ignorância que destruiu e ainda destrói a felicidade de muitos casais por ensinarem a eles que tudo no sexo é pecado. Por que você acredita que poucos pastores se atrevem a falar disto? Como poderiam eles explicarem biblicamente aquilo que eles aprenderam sem questionar se estava certo. Hoje não tem base para provar o que ensinam e ficam no erro.
ABRA OS TEUS OLHOS E VIVA SEM OS JULGOS IMPOSTOS POR DOUTRINAS HUMANAS.
Lógico que para os falsos moralistas encontrados em todas as igrejas isso seria demais. Pastores que como eu, falamos as coisas como são e aberta ao povo de Deus somos ate taxados carnais. Pois bem, aqui você tem a opção de viver segundo os rudimentos e conceitos humanos, errôneos, de pouca informação e conhecimento bíblico ou buscar base bíblica para aquilo que a ti te pregam. Não tome minha palavra. Leia a bíblia e peça ao Espírito Santo que te guie.
Assim como a igreja católica que por séculos controlou e manipulou muita informação dos fieis, assim são muitos dos que compõem os cleros evangélicos. Mas hoje eu fico feliz de que a luz finalmente esta chegando e muitos já estão mudando e assumindo que por anos fizeram coisas e guardaram certos costumes que agora percebem haverem sido em vão, quando de Deus não tinha nada e tudo era do homem.
Este é o caso das Assembléias de Deus (da qual eu também sou pastor) que hoje reconhecem que por anos disciplinavam e excluíam pessoas por corte de cabelo, questões de roupa e etc. Mesmo que a ordem de mudança no código de conduta da Assembléia tenha partido da convenção nacional, muitos pastores presos à ignorância resistem em reconhecer que por essas coisas não se pode excluir ninguém preceitos estes que não passam de costumes locais (doutrina do homem) e não doutrina de Deus.
Autor: Pastor Wanderson da Silva – Assembléia de Deus / Suíça e Brasil

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][product_category per_page=”3″ columns=”4″ orderby=”” order=”” category=”capacitacao-eclesiastica”][/vc_column][/vc_row]

Anúncios

, ,

54 Comentários

O que a bíblia fala sobre a virgindade

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Este é um tema meio controverso hoje em dia, pois virgindade já é algo que não é visto como algo de valor mais, o que mais ouvimos é que virgindade é caretice
Estes dias vi uma atriz de TV de vir a publico dizer que pretende se casar virgem, porque acredita que a bíblia ensina assim, foi o suficiente para repercutir em todas as mídias possíveis, algo que era para ser regra virou exceção, quando alguem tem a coragem de vir a público falar sobre ficam todos admirados, pensando coisas do tipo, nossa é tão bonita e ainda é virgem? Ou então coitadinha ela não sabe o que ta perdendo, e muitos outros pensamentos do gênero.
Se pensa que estou mentindo vá ate a internet e pesquise sobre o tema que falei, verá comentários dos mais variados tipos.
Bom, mas só usei este tema para exemplificar o que eu quero falar, e falando, lendo e ouvindo comentários, uma pergunta fica na minha mente constantemente, será que Deus mudou? As vezes ouço as pessoas falarem de uma forma que parece que Deus é meio ultrapassado fora de moda, pois só uma pessoa ultrapassada para achar que casar virgem é algo importante(pensa o mundo).
Mas nos utilizemos de nosso manual de regra é fé para compreendermos algumas coisas sobre virgindade, antes lembremos como eram os casamentos, as núpcias na época bíblica.
Casamentos bíblicos
(Gênesis 24:64) – Rebeca também levantou seus olhos, e viu a Isaque, e desceu do camelo.
(Gênesis 24:65) – E disse ao servo: Quem é aquele homem que vem pelo campo ao nosso encontro? E o servo disse: Este é meu SENHOR. Então tomou ela o véu e cobriu-se.
(Gênesis 24:66) – E o servo contou a Isaque todas as coisas que fizera.
(Gênesis 24:67) – E Isaque trouxe-a para a tenda de sua mãe Sara, e tomou a Rebeca, e foi-lhe por mulher, e amou-a. Assim Isaque foi consolado depois da morte de sua mãe.
Este texto bíblico acima nos relata o casamento de Isaque e rebeca, como podemos perceber em nada se parece com as cerimônias pomposas que temos hoje, ou seja, para que o casamento fosse consumado era necessário que houvesse a coabitação, o dicionário Aurélio da língua portuguesa entre algumas sugestões diz que coabitar é ter relações sexuais, portanto para o povo do mundo antigo para ser casado era necessário coabitarem na mesma tenda, não havia um cerimonial.
Nem por isso imaginem que por não haver todo um cerimonial não existiam regras, elas existiam e eram extremamente rígidas, a maior prova era a marca do leito de núpcias do rompimento do hímen da mulher.
Meu Deus, não consigo nem pensar se hoje ainda fosse assim, quantas confusões teríamos (falo do hímen feminino, pois é algo visível, mas o que digo para a mulher tem igual valor para os homens, pois pureza não depende de sexo).
Este ato do rompimento do hímen, o sangramento, tem um significado muito sério que ninguém se importa, mas a esmagadora maioria talvez nem saiba, que é o seguinte; na bíblia do antigo testamento todos os pactos eram selados com sangue, duvida? Veja o pacto que Abrão fez com Deus.
Ele derramou sangue para aquele sacrifício, como Deus não fez nada por acaso no homem e na mulher, acredito que o hímen tem essa função, de selar este compromisso de sangue entre marido e mulher um se comprometendo com o outro ate o final da vida.
Pode parecer brincadeira, principalmente se nossa juventude ler isso vão dar muitas risadas, e fico triste por isso, não por eles rirem do meu texto, mas porque estão jogando sua pureza fora a troco de nada, apenas para se sentirem incluídos numa sociedade totalmente excludente, onde se você não se encaixa nos seus moldes pervertidos vira motivo de chacota, ou como esta na moda hoje em dia o termo bullying, isso não é algo novo apenas rebatizado.
Não pense que isso é um texto moralista, pois não é.nosso propósito é alertar e tentar abrir os olhos daqueles que estão se deixando levar por artimanhas do inimigo.
E quando digo isso não estou falando somente de jovens que estão no mundo, eu falo também e principalmente para aqueles que professam ter aceitado o Senhor Jesus como seu Senhor, ore, tome cuidado, vigie dia e noite meu amado e minha amada.
Tudo o que uma atitude errada, mal pensada e pecaminosa pode fazer é mudar sua vida para sempre, não preciso ficar dando exemplos aqui quais são as consequências
Mas o que é mais grave é se o sangue tem sentido de compromisso numa relação, quando a pessoa pratica esses atos elas vai se comprometendo com varias pessoas, vai deixando um pouquinho dela com as outras pessoas e também pegando para ela um pouquinho dos outras pessoas para ela, digo isso porque unimos o nosso corpo Santo com outro contaminado pelo pecado e advinha o que acontece, misture água de enxurrada com água filtrada e ira descobrir.
Portanto meu conselho é que não importa o que você tem ouvido por ai, na duvida entre seguir os conselhos do mundo e os conselhos da bíblia, fique sempre com a palavra de Deus, pois ela é o manual que ele nos deu para vivermos por ele, ou por acaso você conhece algum aparelho que funciona diferente do que exemplifica o manual?
Pois é nós estamos tentando viver assim, contra o nosso manual, ele dirige de uma forma e queremos de outra, no fim sempre ficamos frustrados, e muitas vezes ainda colocamos a culpas por nossas mazelas em Deus, que apenas ficou ali triste ao nosso lado esperando que ouvíssemos sua palavra ao invés da cultura destrutiva do nosso mundo, ai não aceitamos que ele fizesse parte de nossas vidas o deixamos a margem dela, ele tentando cuidar de nós e nós correndo da sua graça, depois quando tudo da errado e a situação cobra seu preço colocamos a culpa nele.
Lembre-se Deus não muda jamais e se ele fez homem e mulher assim é porque isso era importante para ele e principalmente para nós, portanto não façamos pouco do que é importante para Deus.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][product_category per_page=”3″ columns=”4″ orderby=”” order=”” category=”capacitacao-eclesiastica”][/vc_column][/vc_row]

13 Comentários

É errado mudar de igreja?

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

O líder de jovens Jim Burns esclarece que mudar de igreja não é uma decisão errada, mas que deve ser bem analisada.

Eu tenho frequentado a mesma igreja em toda a minha vida. No domingo passado, visitei uma nova igreja, com um foco incrível nos jovens. Eu gostei muito, quero me juntar à essa igreja. Eu acho que estar lá me ajudaria a crescer em Cristo, mas eu sinto que estou traindo minha antiga igreja e as pessoas de lá que acreditaram em mim. É errado eu mudar de igreja?

Não é errado mudar de igreja, mas você não deve fazer isso de forma rápida. Mesmo que sua igreja não tenha a energia que esta nova igreja tem, ela ainda é seu lar. Tome a decisão de deixá-la somente depois de cuidadosa consideração, através de lotes de oração e tempo.

Eu sugiro que você tente frequentar as duas igrejas por um tempo. Compartilhe as suas preocupações e pensamentos com os dois pastores. Diga a eles o que você gosta sobre cada igreja e peça seus conselhos. Se os seus pais vão à igreja com você, certifique-se de que você também esteja procurando seus conselhos e sua aprovação.

É importante ter a aprovação de pessoas que se preocupam com você. A Bíblia diz: “O país que não tem um bom governo cairá; com muitos conselheiros, há segurança” (Provérbios 11:14).

Lembre-se que ser parte de uma igreja não está relacionado ao quão entretido é o culto ou o grupo de jovens. Em vez disso, a chave está em como você se encaixa dentro da comunidade local.

Como é que uma igreja pode desafiar você, positivamente, mais do que a outra? O que você pode levar para cada igreja? O que você ganha de cada uma delas? Quais dons você poderia usar em cada igreja? Se você olhar cada igreja em espírito de oração, e como você poderia se encaixar nessa família, você irá fazer uma boa decisão.

Se você realmente sente um chamado para essa nova igreja, seja muito aberto sobre isso com os amigos de sua antiga igreja. Explique a eles por que você está saindo e mantenha o contato com eles.

Não coloque pressão sobre si mesmo para tomar a decisão “certa”. Deus nos guia para onde ele possa nos usar melhor, e nos moldar. Se nos comprometermos a viver para Ele, Ele também irá nos usar onde quer que estejamos.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][product_category per_page=”3″ columns=”4″ orderby=”” order=”” category=”capacitacao-eclesiastica”][/vc_column][/vc_row]

6 Comentários

Posso voltar a ser virgem?

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Embora o passado traga consigo consequências físicas e emocionais, espiritualmente, é possível começar tudo de novo.

Dá para ser virgem de novo? Dá para reviver a semana passada? Essa é a vontade que surge quando alguém pergunta: “Você é virgem?”. O que dizer quando você já fez sexo, mas se arrependeu?

Certa vez, um homem fez uma pergunta parecida a Jesus: “Como alguém pode nascer, sendo velho?” (João 3:4). Jesus apresentou a ele um segundo nascimento, o espiritual. “O que nasce da carne é carne, mas o que nasce do Espírito é espírito” (João 3: 6).

Você perdeu sua virgindade apenas uma vez. Se você fez isso, não dá para voltar atrás. Embora o passado traga consigo consequências físicas e emocionais, espiritualmente, é possível começar tudo de novo.

O renascimento espiritual não destrói o passado, mas o transforma. Uma segunda chance espiritual significa que não há limitações para o que você pode se tornar. O mesmo Deus que criou o universo do nada, pode tornar seu futuro em algo bonito.

Se você parou de ter relações sexuais e pediu perdão, ainda pode se chamar de virgem? Talvez você não seja mais virgem no sentido físico, mas você foi purificado por Deus. Você é virgem aos olhos Dele. Isso não limpa a sua memória, mas esclarece o seu futuro com Deus.

Culpa que não vai embora

Mesmo depois de experimentar o perdão de Deus, muitos ainda lidam com as sobras do passado. Os sentimentos de culpa são respostas internas, emocionais e nem sempre confiáveis. O que chamamos de uma consciência culpada, muitas vezes, apresenta uma mistura de sentimentos: arrependimento, perda, tristeza, autocensura. Estes são sentimentos naturais de alguém que se envolveu num relacionamento sexual.

O sentimento de culpa não vai embora instantaneamente. Por outro lado, mesmo que você ainda se sinta culpado, é essencial saber que Deus está com você, e você não é culpado. No trecho bíblico de 1 João 1:9, Deus promete nos perdoar e nos purificar quando confessarmos os nossos pecados para Ele.

Jesus não morreu na cruz para limpar os seus sentimentos. Ele morreu para limpar os seus pecados. Depois de ser purificado do pecado, você pode transformar seus sentimentos em uma ferramenta útil para o serviço de Deus. Eles não precisam te afundar. Eles podem te ensinar a ter compaixão pela dor das outras pessoas. Podem te dar uma determinação profunda para não errar novamente.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][product_category per_page=”3″ columns=”4″ orderby=”” order=”” category=”capacitacao-eclesiastica”][/vc_column][/vc_row]

15 Comentários

Sou crente, mas ele está me pressionando para fazer sexo

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Ele disse que me ama e não iria me pressionar para fazer sexo, mas faz eu me sentir culpada por não ter relações sexuais. Como faço para dar um basta de uma vez por todas?

Tenho 17 anos e meu namorado tem 19. Eu sou virgem, mas ele não é. Ele disse que não iria me pressionar para ter relações sexuais, mas me faz sentir culpada por não fazer sexo. Nós já conversamos sobre isso e ele sabe que eu não quero, mas ele ainda sugere. Eu acho que nós temos um futuro juntos, mas como faço para dizer de uma vez por todas que não quero ter relações sexuais?

Eu prevejo que se vocês ficarem juntos, ele vai te pressionar até você acabar fazendo sexo com ele. É com isso que ele está contando. Ficando com ele, você está fazendo uma declaração: eu não posso desistir de você, mesmo quando você mostra que não se preocupa com as minhas convicções.

Lamento ser tão duro. Eu só quero que você tome uma decisão antes que seja tarde demais. Meu conselho seria dispensar esse cara hoje mesmo. Se você acha que isso é muito difícil, diga a ele que se ele insistir no sexo outra vez, você irá terminar com ele. Diga a ele que suas convicções sobre sexo são muito claras e você espera que ele mostre mais respeito por isso.

Talvez ele vai entender e recuar. Se ele não fizer isso, é hora de você terminar com ele. Mesmo que ele diga que te ama, suas ações deixam claro que ele não é um relacionamento, mas sexo.

Nunca é fácil terminar um relacionamento, mas você pode continuar tranquila em saber que você ainda tem seus valores, suas convicções e sua virgindade.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][product_category per_page=”3″ columns=”4″ orderby=”” order=”” category=”capacitacao-eclesiastica”][/vc_column][/vc_row]

55 Comentários

Por que faz mal dormir com raiva, de acordo com a ciência

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Pesquisa da ‘Nature Communications’ afirma que dormir depois de uma briga ajuda a reforçar memórias negativas no cérebro, tornando mais difícil revertê-las.

“Nunca durma com raiva”, diz um antigo conselho aos casais, “pois é sempre melhor fazer as pazes antes para que a briga não atrapalhe a convivência.” Um estudo publicado nesta terça-feira no periódico Nature Communications trouxe algumas explicações científicas para o ditado. Segundo a equipe de pesquisadores americanos e chineses responsáveis pela análise, ir para a cama enquanto a mente está concentrada em uma memória ruim recém-formada ajuda a gravá-la no cérebro, tornando mais difícil se livrar dela mais tarde. Os resultados podem ajudar no tratamento de transtornos como depressão e stress pós-traumático.

“Nosso estudo mostra que há certo mérito no antigo conselho”, disse o neurocientista Yunzhe Liu, da Universidade Normal de Pequim e um dos autores da pesquisa. “Nós sugerimos que primeiro se resolva a briga antes de ir dormir.”

Más memórias

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores testaram o impacto do sono na memória de 73 estudantes universitários. Os participantes, todos homens, foram treinados durante dois dias para associar imagens específicas com memórias negativas. Em seguida, olhavam para as fotos novamente e eram instruídos a recordar as associações negativas, ou a lutar contra elas e não deixar a memória ficar na sua mente.

O teste foi feito duas vezes – uma depois de que os participantes tiveram uma noite de sono e outra apenas meia hora depois da sessão de treinamento. Durante todo esse tempo, os cientistas examinaram a atividade cerebral dos participantes por meio de ressonância magnética. De acordo com os resultados, aqueles que faziam o teste após a noite de sono tinham muita dificuldade para suprimir as memórias negativas. Os exames revelaram ainda que as lembranças provavelmente estavam sendo armazenadas em uma parte do cérebro com conexões de memória de longo prazo.

Sabe-se que o sono afeta a forma como a informação recém-adquirida é armazenada e processada no cérebro, passando de redes de curto prazo para redes de longo prazo. Assim, as memórias de eventos negativos ou traumáticos podem durar mais com o apoio do sono. A incapacidade de suprimir memórias ruins na mente já foi associada a uma série de problemas psiquiátricos, incluindo depressão e transtorno de stress pós-traumático. O estudo, que ajuda a ter uma melhor compreensão desses processos, pode ajudar a aperfeiçoar o tratamento dessas condições.

“A privação de sono imediatamente após experiências traumáticas pode impedir que essas memórias se consolidem e, assim, proporcionar a oportunidade de bloquear a formação de memórias traumáticas”, afirmam os autores, no estudo.

(Com AFP)[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][product_category per_page=”3″ columns=”4″ orderby=”” order=”” category=”capacitacao-eclesiastica”][/vc_column][/vc_row]

, ,

24 Comentários

CCJ do Senado aprova fim do foro privilegiado

Criticado por lideranças da base aliada e da oposição, texto do relator Randolfe Rodrigues (Rede-AP) deve ser alterado no plenário da Casa.

Integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovaram nesta quarta-feira a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece o fim do foro privilegiado para autoridades em crime comuns. A proposta seguirá para discussão no plenário da Casa.

De acordo com o relatório aprovado, relatado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), perderão a prerrogativa de foro cerca de 22.000 autoridades. As novas regras se estendem inclusive ao presidente da República, ministros de Estado, congressistas e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Durante a discussão na CCJ foi aprovada uma emenda, de autoria do senador Antônio Anastásia (PSDB-MG), que prevê a aplicação da “prevenção de foro” ou “foro prevento”. Esse instituto estabelece que uma ação contra uma autoridade iniciada em um determinado Estado não poderá ser replicada em outros.

“A dúvida me vem muito em relação, em especial, aos membros do Poder Executivo, que têm atuação nacional ou estadual. O foro seria o foro do seu domicílio ou do exercício da sua função, como é no caso do mandado de segurança? Ou seria o foro prevento, de acordo com a lei da ação civil pública? Nós temos que deixar isso claro”, ressaltou o tucano ao propor a emenda.

Apesar do relatório ter sido aprovado, lideranças da base e da oposição ressaltaram ao longo do debate a necessidade de mudanças no texto durante a discussão no plenário do Senado. Em meio às discussões, o líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), chegou até a fazer um apelo para que a votação da proposta fosse adiada na comissão para se chegar a um relatório de consenso. “Nós vamos, em tese, votar um texto que depois vai ser modificado e a leitura pública depois vai ser o seguinte: fizeram um texto e agora estão fazendo um jeitinho de mudar, de recuar, quando na verdade não é um recuo, mas um ajuste operacional e jurídico para ter viabilidade a aplicação da lei”, ressaltou Jucá.

Um dos principais críticos ao relatório proposto, o senador Humberto Costa (PT-PE) considerou que as novas medidas previstas no texto servirão apenas de “palanque” e abrirá a possibilidade de decisões políticas no âmbito do Judiciário. “Do jeito que está serve apenas para fazer debate político e fazer pose de ético. Isso não passa na Câmara”, afirmou o petista. “Nós sabemos o que muitos prefeitos sofrem no interior, nós sabemos de processos que poderiam acontecer contra parlamentares ou desembargadores por razões idiossincráticas ou por razões de ordem política, e o foro especial, em tese, elimina essas possibilidades”, emendou.

Diante das alegações postas por Jucá e Costa, o presidente da CCJ, José Maranhão (PMDB-PB), chegou a considerar que a proposta ainda estava “capenga”. “Era bom que existisse dentro da própria comissão uma saída que pudesse ensejar um amadurecimento da questão de maneira que não saíssemos daqui com um instituto que é altamente importante, mas não sair aqui com uma proposta capenga e imperfeita, que possa suscitar inclusive questionamento na própria Justiça”, afirmou o peemedebista.

Autor da proposta, o senador Álvaro Dias (PV-PR) rebateu Maranhão, mas não descartou possíveis mudanças no texto no plenário. “Essa não é uma proposta capenga. É uma proposta objetiva e radical… Se apresentarem no plenário inovações construtivas, modernizantes, qualificadoras, evidentemente o relator acolherá e o plenário aprovará”, disse.

Alterações no texto também foram consideradas pelo presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG). “O nosso voto é favorável à proposta, mas nos reservando o direito de fazer alguns aprimoramentos para a execução adequada de uma transformação estrutural na nossa legislação”, defendeu o tucano.

Prisão

Apesar das reações de parte dos senadores, o relatório aprovado na CCJ, entre outros pontos, também acaba com a regra que prevê a prisão somente após do trânsito em julgado para presidente da República e aos parlamentares federais.

“Desde a expedição do diploma, os membros do Congresso Nacional não estarão sujeitos a prisão, enquanto não sobrevier condenação em segundo grau, nas infrações comuns, salvo em flagrante de crime inafiançável”, diz o relatório. Dessa forma, a execução provisória da pena poderá ser feita a partir da condenação em segunda instância também para estas autoridades.

Admitida a acusação contra o presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o juiz competente, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade.

,

5 Comentários